06 dezembro 2012

A puberdade nos meninos


O primeiro sinal da chegada da puberdade nos meninos é o aumento de volume dos testículos, que ficam pendentes dentro da bolsa escrotal. A pele da bolsa se enruga e escurece.
Curiosamente, no inicio da puberdade dois terços dos meninos apresentam um pequeno aumento das mamas, que ficam sensíveis e doloridas. Esse fenômeno é natural e desaparece sozinho em poucos meses.
Aparecem pelos longos e finos na base do pênis. A seguir, o pênis primeiro aumenta de comprimento, enquanto o crescimento dos testículos e da bolsa continuam. Ocorre então o aumento da espessura do pênis.
Os pelos já existentes aumentam de número, escurecem e ficam mais grossos. Surgem pelos nas axilas, no corpo e no rosto (a barba).
A pele escrotal escurece ainda mais. É comum que um dos testículos seja um pouco menos volumoso e um pouco mais caído do que o outro. Os pelos espalham-se cobrindo o púbis e avançando para a parte interna das coxas.
A laringe e as cordas vocais aumentam de tamanho em pouco tempo, fazendo a voz engrossar. Mas como a mudança é muito rápida, o menino não controla logo sua nova voz. E, até que tenha treinado o suficiente, passará pelo dissabor de ouvir sua voz desafinar de vez em quando. A laringe e as cordas vocais das meninas também aumentam na puberdade, mas não tanto como as dos meninos. Por isso a voz delas fica mais cheia, embora não chegue a tornar-se grave como a voz masculina.
Os ombros alargam-se em relação aos quadris. O corpo fica mais musculoso.
Os testículos começam a produzir espermatozoides. As vesículas seminais e a próstata dão inicio à produção das secreções que vão permitir a movimentação dos espermatozoides.
A partir daí, o rapaz torna-se capaz de engravidar uma mulher. As ereções ficam progressivamente mais frequentes. Nessa fase, ocorre a polução noturna, que é uma ejaculação enquanto o garoto dorme.
Do ponto de vista físico, por volta dos 17 ou 18 anos o garoto torna-se um homem completamente desenvolvido. Emocionalmente, porém, ainda há um longo caminho para a idade adulta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// As matérias com imagens devem ficar no lugar deste comentário. //
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...